Destaque:
Destaque:

“Não gastaria um real em marketing sem auditoria”

24 de junho de 2017.

O assunto métricas volta à cena. Depois de Domingos Secco Jr, falar sobre a necessidade das marcas e publishers evoluírem em termos de métricas, pois os anunciantes estão intolerantes a publicidade mal direcionada e estão direcionando seus investimentos para o digital, chegou a vez das empresas de mídia unirem forças para reduzir os investimentos publicitários no Google e Facebook que, juntos, já abocanham mais de 85% dos investimentos do meio nos EUA.

Para quem não acompanhou os debates em torno do painel de Domingo Secco, no evento do ProXXIma, realizado em maio pelo Meios & Mensagem, ele disse que a indústria vive uma “tempestade perfeita”, onde o triângulo entre agências, publishers e plataformas entrou em colapso. Para você entender melhor, copio trechos da matéria publicada no portal M&M que demonstram exatamente a importância das métricas na publicidade tradicional.

Primeiro que ele afirma que as marcas querem otimizar cada centavo de seus investimentos. Quem não quer? Sim, todos querem gastar muito bem seu dinheiro. E aí tanto agências quanto publishers veem sua verba encolhendo pois as empresas estão investindo cada vez mais no mercado online. E sabe por quê? Pois neste meio existem métricas, você conhece o perfil de público, acompanha relatórios em tempo real e consegue adaptar toda uma campanha se vê que não está dando resultado. Então quando ele faz a afirmação abaixo, ele tem toda razão:

Domingos Secco M&M Connectmix

“Eu não gastaria um real em marketing digital sem auditoria de terceiros hoje. Empresas precisam exigir métricas auditadas de suas agências e fornecedores. A fraude existe desde que os primeiros jornais eram vendidos na rua, no rádio e nos relatórios de TV, onde você diz uma coisa e não sabe se é realmente verdade em termos de visualização. No digital, é possível mensurar tudo e pegar os pilantras”

 

E é neste ponto que realmente queremos chegar. Os anunciantes ficam “cegos” diante da publicidade em rádio e TV. Era preciso acreditar em relatórios produzidos pelos próprios veículos, quando solicitado uma censura, não era possível saber se o que estava sendo apresentado era realmente o que havia sido veiculado ou apenas uma “montagem”. Credibilidade, confiança, falta de resultados, dados e estatísticas. Sim, tudo isso era. Algo que já passou, pois já existe um sistema capaz de monitorar em tempo real, em rádio e TV, de todo país, qualquer fonograma. Aqui já resolvemos o primeiro problema que é do anunciantes não tolerar mais uma publicidade mal direcionada.  E vamos ser bem realistas: Nem o anunciante, nem o consumidor que, cada vez mais emponderado, escolhe o que gostaria de ver, tirando o anúncio do ar através do “Adblockers”. Este tipo de ação não é possível nos meios tradicionais como rádio e TV. Tá, tudo bem se você falar que podem mudar de estação ou canal para não ver uma publicidade, no entanto, sabendo mais sobre o que o seu consumidor gosta e como ele se comporta você pode definir horários para melhor captar sua atenção. É aí que entra a solução para o segundo  problema como saber se realmente meus spots tocaram em cadeia em todas as praças contratadas? 

O próximo passo para as marcas e publishers, segundo ele, seria evoluir em termos de métricas e compreensão prática. Domingos aconselha marcas a parar de “comprar lixo” e avaliar melhor os inventários. Mais uma observação aqui. Realmente, se você sabe que a emissora da qual você está comprando publicidade tem um sistema que avisa quando um anúncio não tocou, você pelo menos sente-se mais confiante. Quando ela apresenta um certificado mostrando que é auditada, em tempo real, garantindo a veiculação de seu contrato, você fica ainda mais confiante. A Connectmix possui uma interface sendo utilizada por diversas emissoras do país, possibilitando que uma veiculação fora do horário contratado seja imediatamente compensada ou ressarcida ao cliente. Se você soubesse que a emissora da qual comprou mídia é auditada e garante 100% do seu contrato, você investiria mais nela? Eu também! E acredito que todos os profissionais de marketing investiriam. “Hoje temos a questão da invisibilidade, e o desafio é fazer com que as pessoas vejam seu anúncio, já que a publicidade que funciona é aquela que é vista“, afirmou Domingos.

Com garantia de veiculação de anúncios, e conhecendo melhor o perfil dos consumidores, investir na publicidade tradicional (Rádio e TV) continua sendo um ótimo negócio. Quem sabe assim, utilizando a tecnologia em favor das empresas de mídia, utilizando ferramentas para comprovar a entrega do contratado, seja possível derrubar o duopólio (Facebook + Google) que, segundo estimativas, já é responsável por receber 85% dos investimentos em publicidade digital nos EUA e vem crescendo e “roubando” um volume considerável da verba publicitária das empresas em todo mundo.

Facebook Google Connectmix

Com tanta informação, o terceiro pesadelo, neste caso, das agências, vamos deixar para tratar num próximo post. Sim, as agências são fundamentais para uma marca ser lembrada, entendida, percebida, relevante,… Mas muitas empresas não conseguem contratar uma agência pois seu custo é altíssimo. É alto, pois existe muita burocracia nos tramites que envolvem cada veiculação publicitária de um cliente, mas saiba que, os dias de pesadelo acabaram.

A revolução do mercado foi anunciada. A Connectmix possui um sistema capaz e reduzir o trabalho de diversas pessoas em apenas alguns cliques. Quer saber como isso é possível? Solicite uma demonstração gratuita para sua agência.

 

 

Veja mais notícias relacionadas:
Seguro Publicitário, já ouviu falar? ...
11 de dezembro de 2018.

Seguros de automóveis, incêndio, vida, residencial e tantos outros, já são bastante conhecidos da maior parte da população. O que você vai conhecer agora é uma nova disponibilidade de seguro […]

Vantagens do monitoramento publicitário nas agências ...
13 de novembro de 2018.

Você já conhece nosso site? Já deu uma olhada nas últimas matérias sobre publicidade e monitoramento? Recentemente falamos como Soft Power na Publicidade, e também elencamos os 5 principais motivos […]

A Conexão Músicas, Marcas e Pessoas ...
6 de novembro de 2018.

Conquistar e fidelizar são palavras de ordem na publicidade corporativa. As empresas buscam alternativas para conseguir impactar o público-alvo e transmitir sua mensagem de maneiras que fixe a marca na […]

Soft Power aplicado na Publicidade ...
30 de outubro de 2018.

Soft Power é um conceito que pode ter diversos significados. A palavra traduzida para o português pode ser chamada de várias formas, como poder brando, poder suave ou poder de convencimento. […]

Troca de Estação amplia Publicidade ...
26 de outubro de 2018.

A primavera estação das Flores começou no fim de Setembro. Com o final do inverno e a chegada de temperaturas mais amenas, muitos empreendedores têm a oportunidade de aumentar seus […]

5 motivos para investir em Monitoramento Publicitário ...
13 de setembro de 2018.

A tecnologia é uma grande aliada dos gestores na hora de tomar decisões importantes. E além disso ter um melhor controle tanto do trabalho da equipe, quanto dos resultados alcançados […]