Destaque:
Destaque:

95 anos do Rádio: Seu papel na formação cultural do povo brasileiro

21 de setembro de 2017.

Setembro é um mês especial para os meios de comunicação. Hoje (21), é o dia do Radialista. Aliás, era! Ops, para muitos ainda é. Na verdade consta que estes profissionais comemoram o seu dia em duas ocasiões. Uma simbólica e outra oficial.

A data 21 de setembro ficou conhecida no meio radiofônico como o Dia do Radialista, mas a Lei 11.327/2006 alterou a data de comemoração oficial da categoria, passando para 7 de novembro. A história do Dia do Radialista teve início em 1943, no governo Getúlio Vargas. O então presidente sancionou uma lei com a fixação de um piso salarial ou remuneração mínima para os profissionais do rádio. Com a nova lei, em homenagem ao dia de nascimento do músico e radialista Ary Barroso, os profissionais do rádio têm duas datas para comemorar: o dia 21 de setembro virou uma data simbólica, e o 7 de novembro, a oficial. Nós optamos por comemorar as duas, afinal sempre é bom ter motivos para festejar!

Neste mês também é comemorado, dia 25, o dia do vovô mais enxuto de todos os tempos, nosso eterno companheiro, o rádio. A data foi instituída no ano de 1966, em homenagem ao antropólogo e educador Edgar Roquete Pinto, pioneiro na área e criador da primeira emissora de rádio do Brasil em 1923, a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro.  Roquette, também era médico e pesquisava a radioeletricidade para fins fisiológicos, e, entusiasmado com as transmissões, convenceu a Academia Brasileira de Ciências a patrocinar a criação da Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, que viria a ser a PRA-2. A partir de seu surgimento o rádio teve papel fundamental na formação cultural do povo brasileiro.

Portanto a primeira transmissão radiofônica no Brasil ocorreu no ano de 1922, período de comemorações do centenário da Independência do Brasil, quando uma estação de rádio foi instalada no Corcovado do Rio de Janeiro para a veiculação do discurso do presidente, Epitácio Pessoa.

 

Quero ser uma emissora cadastrada

 

Imagina se nessa época já tivéssemos em nossas mãos as habilidades oferecidas atualmente pelos profissionais do rádio e o alcance do rádio na Internet?  Mas infelizmente as coisas não funcionavam dessa forma e mesmo sendo transmitida em uma ocasião tão importante para os brasileiros, a rádio só começou operar definitivamente em 30 de abril de 1923, com um transmissor oferecido pela Casa Pekan, de Buenos Aires. O mesmo foi instalado na Escola Politécnica, na então capital federal. O rádio ainda era um investimento caro e com o retorno econômico duvidoso, outro grande problema enfrentado pelas emissoras era o pequeno número de rádios receptores da  população.

Emissoras com clube ou sociedade em seu nome e o prefixo PR são comprovadamente as pioneiras

Esse foi o caso de inúmeras emissoras como: Rádio Sociedade do Rio de Janeiro a PR-2, mas isso não foi empecilho para Oscar Moreira Pinto e seus amigos, no Recife transmitirem sons e palavras antes da instalada no Rio de Janeiro e proclamassem a Rádio Pernambuco como pioneira (registrada como PRA-8). Já São Paulo deu sequência com os jovens engenheiros e sua Rádio Educadora Paulista no mesmo período que os baianos entraram no ar com a Rádio Sociedade, a PRA-4, enquanto isso os cearenses organizavam a Ceará Rádio Clube. Mas não satisfeito o Rio de janeiro inaugurou sua segunda emissora (a Rádio Clube Brasil PRA -3) tendo como diferencial o lado comercial, e sendo a primeira emissora a requerer autorização pelo Ministério da Viação e Obras públicas, via Correios e Telégrafos e ainda veicular anúncios.

Entre os anos de 1923 e 1924 surgiram muitas emissoras operantes, entre elas:

– A Sociedade Rádio Pelotense, de Pelotas (Rio Grande do Sul)

– Rádio Sociedade Gaúcha, de Porto Alegre (Rio Grande do Sul), pioneira até os dias de hoje no Sul do país.

–  Rádio Clube Belo Horizonte ( Minas Gerais), com um potente transmissor de 500 watts

– Rádio Clube Paranaense (Curitiba)

– Rádio Clube São Paulo (São Paulo)

– Rádio Clube Ribeirão Preto – Primeira emissora do interior.

A partir dessa época leques se abriram e surgiram inúmeras emissoras de rádio por todo o Brasil, como a rádio Clube do Pará, extremo norte e as fronteiriças do Rio Grande do Sul. Se nesses tempos em que tudo era obsoleto o meio ganhou imensa visibilidade atingindo diferentes classes sociais, qual seria o seu alcance se contasse também com a parceria da Connectmix que atualmente monitora mais de sete mil emissoras brasileiras fornecendo o ranking musical para milhares de fãns e artistas, tudo em tempo real?

Regulamentação aceita

Desde a era 1920 o meio vem ganhando espaço e ultrapassando fronteiras, mas foi o então presidente da época Getúlio Vargas que publicou o decreto 20. 047, revogando o Regulamento de 1923 que adotava integralmente o modelo de radiodifusão norte-americano. Sendo assim poderia ocorrer concessão de canais particulares e à legalização de propagandas durante a programação diária. O decreto publicado no “Diário Oficial”, onde logo à frente o Departamento de Correios e Telégrafos autorizou a cobrança de uma taxa dos que possuíam um desses receptores. Entretanto, o órgão jamais conseguiu aplicar a autorização. O Regulamento de Maio de 1931, mais detalhado, também foi engavetado e somente em 1º março de 1932 foi finalmente aprovado, pelo decreto 21.111, o primeiro diploma legal que definiu importante alteração.

O que não podemos esquecer é que esse meio de comunicação já provou historicamente sua força agora ganha cada vez mais capacidade de rever sua função através da gama tecnológica a seu favor. Essa é a força que o meio tem sobre ouvintes que buscam informações diárias sobre inúmeros assuntos ou simplesmente uma boa música.

Que tal voltarmos no tempo e trazer de volta uma época pouco conhecida por muitos ouvintes da atualidade?

Rádio Programação musical Connectmix

Anos 30 e a comunicação de massa

Na década de 1930, havia uma série de manifestações culturais vinculadas a uma nascente indústria de lazer que atingiram todos os segmentos sociais urbanizados, entre elas  o rádio, o cinema e a  música  popular deram inicio a chamada Era da Cultura de Massa. O desenvolvimento tecnológico de transmissão e recepção radiofônica, durante a década de 30, coincidiu com a publicidade comercial (conforme citamos acima), que incrementou as programações e a profissionalização do meio. Os grandes líderes da época passaram a utilizar espaços nas emissoras para expor suas ideias. Esse foi um período que os populares interagiam com o rádio através de cartas opinado sobre a programação, assim como realizando pedidos e fazendo críticas.

Embora a época de ouro do rádio brasileiro acontecesse nas décadas posteriores (40 e 50), nomes inesquecíveis da cultura popular já tinham aparecido nos anos 30: compositores como Lamartine Babo, Ari Barroso e cantores como Orlando Silva, Chico Alves, Sílvio Caldas, Araci de Almeida, Dalva de Oliveira e outros.

A Era de Ouro do Rádio

Esse foi considerado um dos melhores momentos do principal meio de comunicação do país. Esteve presente em fatos importantes ocorridos no Brasil. O presidente Getúlio Vargas cria o programa oficial a Hora do Brasil, hoje conhecido como a Voz do Brasil, como nos dias atuais sua transmissão era realizada em cadeia nacional. Em 1946 Roquete Pinto decide doar a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro ao Ministério de Educação e Cultura que passou a se chamar rádio MEC. Nessa fase o rádio no Brasil já era escutado por milhões de ouvintes. A Rádio Marinho Veiga comandava a audiência com rádio teatro, a rádio Tupi era segunda colocada.

Mas como não é só de flores que vive uma emissora, explode a Segunda Guerra Mundial e o presidente Vargas declara guerra  ao eixo. O nosso velho e saudoso rádio torna-se o principal meio para  informar  a  população dos acontecimentos decorrentes do  conflito mundial e entra no ar o Informativo Repórter Esso com um novo modelo de narração criado pelo apresentador Heron Domingues que durou vinte e sete anos no ar.  Diante de tantas informações preocupantes sobre a situação do mundo, surge momentos de alegria comandados pela Rádio Nacional que havia se  tornado a principal emissora do País e transmitia a alegria dos programas de  auditório, humorísticos, musicais onde  passavam os  principais  nomes da  música da época, jornais falados e as rádio novelas que conquistaram de vez os ouvintes.

Para quem viveu o auge da rádio novela fica um trecho de Direito de Nascer, e para quem nunca ouviu esse formato novelístico aqui está a oportunidade:

 

Comerciais e Jingles famosos dos anos 40:

 

Entre os meios de comunicação existente na atualidade, ele continua sendo o de maior audiência, adaptando-se às novas tecnologias e novos equipamentos. Esse meio tão antigo e que nunca sai de moda funciona tanto como ferramenta de apoio ao debate e comunicação, quando na promoção cultural ou em caso de emergências sociais. Entre suas características que o tornam contemporâneo está a agilidade ao transmitir informações.

Com o passar dos tempos novas formas de ver a vida foram surgindo e junto à necessidade de expandir o mundo da radiodifusão. Eis que nos anos de 1970 nascem as primeiras emissoras comunitárias, dando voz às comunidades e tendo como comunicadores membros dessas localidades. E assim vieram as educativas e toda essa expansão tecnológica da webrádio. A Connectmix é hoje uma empresa que está muito próxima ao meio e trabalha há 10 anos, aprimorando sua tecnologia de monitoramento de áudio (musical e comercial), oferecendo de forma gratuita às emissoras, uma plataforma onde é possível acompanhar em tempo real, ranking musical, veiculações de spots comerciais de sua emissora, e muitos outros benefícios.

Sim, ele esteve presente acompanhando os principais acontecimentos históricos mundiais e, atualmente, com todo esse conjunto tecnológico, tende a crescer cada vez mais sendo um fundamental meio de comunicação.

Vida longa a todas as emissoras que desejam acrescentar cada vez mais em suas comunidades e em todo país. E lembrem-se que tanto emissoras quanto anunciantes e músicos, podem contar com a parceria da Connectmix, especializada em monitoramento, em tempo real. Através do software Connectmix, sua emissora tem em mãos relatórios quantitativos e qualitativos. Saia na frente e faça já o seu cadastro. A Connectmix parabeniza, em alto e bom som,  os 95 anos que as emissoras fazem parte de nosso cotidiano, informando e tocando músicas que fazem da  vida algo bom. Também parabenizamos todos os profissionais que brilhantemente fazem uma programação recheada de informação e entretenimento. Feliz Dia do Rádio, Feliz Dia do Radialista!

Fontes:

Música e Sociedade

Acaert

 

 

 

Veja mais notícias relacionadas:
Andri e Hector lançam Assopra ...
9 de outubro de 2018.

A dupla Andri e Hector acabam de lançar a música Assopra nas rádios de todo o Brasil. A faixa Assopra também está disponível no Youtube nas principais plataformas digitais. Confira! […]

Rodrigo e Callegari lançam sua nova música Brincadeirinha Boba ...
3 de outubro de 2018.

Rodrigo e Callegari acabam de lançar Brincadeirinha Boba nas rádios de todo o Brasil. A nova música de trabalho da dupla entrará em breve no canal dos artistas no Youtube. […]

Caio Costa lança Minha Linda Bela nas rádios ...
28 de setembro de 2018.

O cantor Caio Costa está lançando nesta sexta-feira, 28/09 em todas as rádios do Brasil, sua nova música Minha Linda Bela. A canção está disponível no Youtube e nas principais […]

Junior Sillva lança Língua da Sua Boca ...
27 de setembro de 2018.

O cantor Junior Sillva acaba de lançar Língua da Sua Boca nas rádios de todo o Brasil. Você pode conferir o trabalho de Junior Sillva em seu canal de Youtube. […]

A Cantora Ba Guidelli lança a música Não Deixa Ela Ir ...
19 de setembro de 2018.

A cantora Ba Guidelli está lançando hoje nas rádios do Brasil, a música Não Deixa Ela Ir. Você pode conferir um trecho no Instagram da artista. Monitoramento Aos cantores de […]

Propaganda no Rádio e na TV serão importantes para definir as Eleiç ...
19 de setembro de 2018.

Começou no dia 31 de agosto o horário eleitoral gratuito nas emissoras de rádio e televisão de todo o país. Você já ouviu algum? Se ainda não foi impactado com […]